Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Smiles & Tears

Guia de sobrevivência para mulheres fantásticas

Smiles & Tears

Guia de sobrevivência para mulheres fantásticas

Esfoladelas na alma ..

Desde que a vida me deu dois ou três pontapés, daqueles de doem, fiquei diferente. Principalmente quando são daqueles pontapés acompanhados de rasteiras, em que caíamos e podemos demorar a erguer. Ou nunca. Passei a valorizar os dias que me são oferecidos, a abraçar o privilégio de viver com saúde e rodeada de quem se gosta.

Este ano, e porque fui presenteada com mais um pontapé, fui de férias ainda mais grudada nos momentos e nas pessoas. E fui sem saber se era apenas uma rasteirita, daquelas que dá para continuar só com os joelhos esfolados, ou daquelas em que se vomita e nos cai o cabelo.

Fui ainda com mais vontade, e mais feliz. Quis aproveitar tudo .....não se sabe o dia de amanhã....

E logo no primeiro dia de férias, foi-me dada a conhecer uma jovem de vinte e poucos anos. Bonita, morena e de sorriso fácil. Ria muito, abraçava mais ainda e passava o dia a dar pinotes. E fazia quimioterapia, lutava contra um cancro há oito anos. Punha extensões no cabelo e atava-o com fitas, ninguém notava que todos os dias lhe caía mais um pouco. Vomitava escondida entre as sebes floridas.

Nos dias seguintes em que lhe admirei a coragem, talvez até tenha sentido um pouquinho de inveja da leveza com que dava pinotes, eu soube que a minha rasteira era muito mais pequena que a rasteira dela. A minha só esfola os joelhos .....

E senti-me grata... Também me senti minúscula perante a grandeza daquela jovem.

Deixei-lhe algo meu e selámos a nossa amizade num abraço terno de despedida.

melhor_noite_by_mizz_cuteness-d8dceol[1].png

 

 

 

My healthy choice is ....

 

jusante 1.png

 

Recentemente, tem-se falado muito dos efeitos nefastos da ingestão de sumos e refrigerantes, especialmente devido à elevada concentração de açúcar que contêm. Por isso, parti para o supermercado, prateleira acima e prateleira abaixo, na busca de um sumo que eu pudesse consumir, e dar aos meus filhos, sem ficar a imaginar o açúcar a circular-lhes pelas veias (defeito de profissão). E foi assim que conheci o concentrado de fruta Jusanté. Escolhi o de laranja, gostei da embalagem, do preço e especialmente do rótulo. Do rótulo, pois! Não tem corantes e contém, apenas, 1,1 g de açúcar (só frutose) por cada 100 g de concentrado.
A frutose é um açúcar que se pode encontrar na fruta, em alguns vegetais e no mel. A maioria dos açucares são rapidamente absorvidos pelo organismo, causando um rápido aumento dos níveis de açúcar no sangue o que, por sua vez, leva a que tenhamos mais fome e mais rapidamente. Todavia, a frutose apresenta uma absorção mais lenta, produz menor aumento da glicemia e não estimula directamente a secreção de insulina. Por outro lado, a frutose tem maior poder adoçante que a sacarose (açúcar comum), pelo que com menos quantidade e, portanto, menos calorias obtemos a mesma doçura.
É por estas razões que a frutose tem sido recomendada como alternativa saudável à sacarose, especialmente como forma de reduzir a ingestão de sacarose e de adoçantes sintéticos, bem como tem sido recomendada para diabéticos que apreciem alimentos doces. Claro está que, especialmente no caso de doentes diabéticos, a ingestão deve ser feita de forma responsável e em quantidades saudáveis.
Por falar em quantidades, parece-me importante dar-vos uma última informação. O concentrado Jusanté é diluído na proporção de 1 para 7, ou seja, a 1 litro de concentrado adiciona-se 7 litros de água obtendo-se 8 litros de sumo. Assim, respeitando a diluição recomendada pelo fabricante, num copo de sumo (cerca de 200 ml) ingere-se, apenas 0,28 g de frutose.
Valeu a pena o tempo perdido, prateleira acima, prateleira abaixo. Encontrei um concentrado de frutas que bebo, e dou a beber, sem ficar a imaginar cardumes de moléculas de açúcar a nadarem nas veias !!